Archive for the 'Sony' Category

08
jan
10

Data de lançamento de Heavy Rain revelada!

Isso aí povo! Heavy Rain, da Quantic Dream, título que foi até agora reverenciado como “THE GOD FOR THE LULZ”, finalmente teve sua data de lançamento liberada! Finalmente vamos poder ver a obra prima de David Cage! =D

Heavy Rain é um jogo cuja premissa é não ser só um simples entreterimento: Ele planeja se tornar um filme thriller totalmente interativo, onde suas escolhas definirão o rumo da história, e do mundo. E todo mundo tem quase certeza de que vai ser incrível.

Apesar de que desde Fahrenheit/Indigo Profecy, eu vou me impressionar se não houver sobrenaturalismo na história.

Descubra o quão longe você poderia ir para salvar alguém que ama a partir de 23 de Fevereiro. Quem aí tá afim de me emprestar pra sempre? Qualé? Ninguém?

Ps: que PORRA, não consigo colocar imagem em alguns posts.

Anúncios
19
nov
09

Aniversário da PSN! The Cake is NOT a lie.

Way!

Roar, little dragon. Roar.

Hoje, 19 de novembro, a Playsation Network, sistema de compras do PS3, fez o seu terceiro aniversário.  E isso é bom, okay?

 

Teve até um discursinho do Seybold, diretor de comunicação:

 

“Estamos extremamente orgulhos que, em apenas três anos de vida, (o sistema) PlayStation 3 e seus conteúdos (disponibilizados em ambiente online) tenham tornado-se referência para o entretenimento doméstico”

 

Quem quiser ver o resto, é só acessar o bom e velho PS Blog : D

 

Way, PSN tá completando aniversário e eu só baixo coisas grátis. Adoro ser brasileiro =D

31
out
09

Caixa de Pandora – Especial GOW!

Mamãe, eu quero a caixa do Kratos!

Mamãe, eu quero a caixa do Kratos!

A Sony revelou o conteúdo do pacote God Of War Ultimate Edition — a versão especial do jogo que promete agitar o PlayStation 3. O baú do tesouro fica por US$ 99,99 — aproximadamente  170 reais, mais impostos.

Embalado em uma repica da Caixa de Pandora e acompanhado de um livreto com a arte do jogo, o disco especial de God of War 3 também conta com conteúdos extras e entrevistas, sem contar a sorte de pacotes digitais que poderão ser baixados na PSN.

  • God of War Combat Arena (cenário exclusivo e sete desafios)
  • Premium Kratos Skin (Dominus)
  • God of War: Unearthing the Legend Franchise Documentary (um filme documentário sobre a história da franquia God of War)
  • God of War Trilogy Soundtrack (as trilhas sonoras de God Of War I, II e III )
  • God of War: Blood and Metal EP (uma homenagem heavy metal com músicas inspiradas no jogo).

 

Matéria original: Baixaki Jogos

http://www.baixakijogos.com.br/noticias/20091030/6580.html


21
out
09

Pirataria de Games – Trúi Chit

Hey, viu o novo lançamento?Pireites Du Calibri!

Hey, viu o novo lançamento?Pireites Du Calibri!

Convidei um amigo para postar aqui no blog, fato que ele aceitou com carinho.Ok,talvez não com tanto carinho assim,mas o certo é que ele aceitou.Então, vou postar a matéria dele aqui =D

A pirataria nos dias de hoje não é lá muito difícil de se encontrar. Nas ruas, em camelôs entre outros lugares no nosso dia-a-dia. Ainda mais quando falamos de jogos de videogame, Vemos facilmente em qualquer lugar do país pessoas vendendo jogos, geralmente de ps2 mas há também de ps1, PC e até Xbox 360 .

Pois são exatamente nesses piratas aí que estão os famosos erros de escrita , para piorar a maioria dos jogos de videogame são produzidos ou no Japão ou nos Estados Unidos ,e para acabar de vez com a escrita muitos e muitos vendedores de jogos de videogames não possuem muito conhecimento.

Por esses motivos a chance de vc, amigo, q vai comprar um jogo de videogame pegar um disco com o nome do jogo errado é quase uns 85 % .Claro que não deixaremos de citar alguns desses erros bitorescos , aqui estão :



Metal guia solide 3 (o correto seria Metal gear solid 3)

O guitarreiro 2 (o correto seria guitar hero 2)

Pro evolutiom socet (o correto seria pro evolution soccer)

Heuri Poter e a camera secreta (o correto seria Harry Potter e a câmara secreta)

Espaider Men 2 (o correto seria Spiderman)

Fatal Freime 2(o correto seria Fatal Frame 2)

Betelfilde (o correto seria Battlefield)

Unimocha (o correto seria Onimusha)

Chedou of Colosso (o correto seria Shadow of the colossus)

Sailente Ril (o correto seria Silent Hill)

Tequem 4 (o correto seria Tekken 4)

Autoria: Bacon :B

09
out
09

[review] InFAMOUS – Sometimes is good to be bad

InFAMOUS - Lightning in the dark

InFAMOUS - Lightning in the dark

Lembram daquele jogo que eu fiquei pagando o pau o tempo todo? InFAMOUS? Pois é, hoje eu finalizei ele pela segunda vez. Segunda vez? Então por que PORRA você só escreveu isso agora? Vocês vão ver.



Uma explosão acabou com seis quarteirões de Empire City, demolindo qualquer coisa em seu caminho. Um homem sobreviveu no centro da explosão e sua vida foi alterada para sempre.

Essa é a história de InFAMOUS, jogo da Sucker Punch e da Sony, PS3 Only. O cara no centro da explosão chama-se Cole McGarth, e você o controla. Logo no começo do jogo você já conta com emoção: Tem que sair do local totalmente destruído, enquanto seu melhor amigo Zeke te liga dizendo que está o esperando. A explosão afetou toda a cidade. E afetou você mais ainda.

Você ganhou poderes sobre a eletricidade. Pode soltar raios, absorver energia para curar-se, lançar granadas elétricas, sugar as auras elétricas das pessoas, e por aí vai. Empire City está à mercê das gangues na quarentena, que tornaram a vida caótica. E você vive com uma consciência pesada: A bomba estava nas suas mãos quando explodiu.

Infamous é um ótimo jogo, recomendo mesmo. O sistema de eletricidade é tão emergente que você automaticamente já sabe o que pode absorver ou não, e todas as coisas que ele faz parecem estranhamente fazer sentido. Menos o parkour que ele parece desenvolver de uma hora pra outra. Mas dane-se, vamos falar mais de coisas boas!

A jogabilidade de entrar em Shoulder View é parecida com a de Uncharted ou Metal Gear Solid 4. Sem isso, você pode dar chutes e socos elétricos, que dão dano, mas são menos confiáveis. O mundo está mudando à sua volta, e cabe a você salvá-lo… ou destruí-lo!

É, destruí-lo. Infamous conta com um ótimo sistema: O Sistema de Karma. Deixe explicar com exemplos:

Você conseguiu fazer um pacote com suprimentos alimentares cair no chão de onde estava preso. As pessoas, famintas, começam a chegar e a pegar alimentos rapidamente. E então você começa a pensar… aquela comida toda poderia alimentar você e seus amigos por semanas, talvez até mais… se você fritasse algumas pessoas, com certeza o resto sairia correndo… mas algumas poderiam morrer de fome.

Você tem em suas mãos sua primeira Karmic Choice: Deixar pessoas famintas pegarem seus alimentos ou pegar tudo para si mesmo em ordem de se salvar. As suas escolhas influenciam no mundo à sua volta, na sua aparência, na sua reputação… mas (infelizmente) não no roteiro principal. A história não muda muito com as escolhas que você faz, o que te deixa com aquela sensação de “… oh. Mesma coisa. Whatever.”. Vamos continuar.


The Savior Of Mankind

Im in a lack of friends right now

"I'm in a lack of friends right now"

Eu primeiro joguei como herói, porque não sou muito fã de fritar pessoinhas inocentes e famintas. A história é muito boa, as cutscenes curtas e contadas em formato de história em quadrinhos casa perfeitamente com as situações. A narração de Cole é estupenda, a dublagem do jogo realmente foi caprichada.

A história em si dá muitas reviravoltas enquanto você encontra outras pessoas (vilões, no caso) que também foram afetadas pela explosão. Quando você anda pelas ruas, as pessoas batem palmas para você, tiram fotos, o saudam, pedem ajuda. Você é um herói, e adora isso.

A cidade vai ficando mais limpa, as pessoas mais alegres. O céu fica azul límpido, e seus inimigos parecem perder as forças. No fim, você conseguiu realmente fazer Empire City ressucitar dos mortos.

E olhando bem, você parece mais feliz também. Suas roupas estão limpas, seus relâmpagos estão azul-claro. As suas ações bondosas refletiram-se em si mesmo, e agora você está bem, assim como tudo.

Jogar como mocinho é ótimo. Ver que não é aqueles jogos onde você faz uma diferença enorme e ninguém nota é tão legal que você nem percebe os cerrilhados do motor gráfico, ou alguns bugs. Você começa a querer curar pessoas feridas nas ruas, a prender todos os inimigos que encontrar, e todos o amam por isso.

It’s Good To be Bad

Get out of my way

"Get out of my way"

Na minha segunda vez, eu joguei como o vilão. Foi estranho fazer coisas ruins com qualquer um que aparecesse, mas logo você se acostuma. Você anda pelas ruas e pessoas jogam pedras em você, urram em reprovação, a cidade fica um caos. Você destriu tudo com seus poderes, lote por lote.

Olhe para si mesmo! O que se tornou? Sua pele está pálida como a de um vampiro, listras negras em formato de relâmpago cresceram em sua cabeça. Suas roupas estão sujas, com manchas pretas pelas partes brancas. Seus relâmpagos são negros e vermelhos, apocalipticos, e seus poderes não servem para outra coisa senão destruir. A cidade é sua. Os cidadões são seus brinquedos, seus escravos. Você tornou-se um dos vilões que derrotou com tanto vigor.

Ser vilão não é fácil. Todos odeiam você, e tentam atacar você. No fim do jogo você é poderoso, podendo matar um civil com um raio, mas mesmo assim valeu a pena. A história não mudou de jeito nenhum, só algumas partes meramente insignificantes. No fim, a inovação de ser vilão só te trás mais problemas.

E no fim…

O salvador, o destruidor, o Infame Herói.

O salvador, o destruidor, o Infame Herói.

InFAMOUS é um ótimo jogo. Qualquer dono de PS3 que tenha paciência e goste de boas histórias, boa jogabilidade e heróis carismáticos, tem que ter a sua cópia em casa. Não sei vocês, mas se tiver continuação, eu estou esperando. Para o bem ou para o mal. SNEAK IN RECOMENDA!

Avaliação Sneak In:

Jogabilidade: 9/10

Gráficos: 8/10

Trilha Sonora: 9/10

Diversão na primeira vez jogando: 9/10

Diversão nas próximas: 7/10

Prende a atenção do jogador: 10/10

Média: 9,5/10

E logo logo, o duelo: Alex Mercer vs Cole McGarth: Quem ganha?

20
set
09

Minha primeira semana com o Playstation 3

HELL YEAH!

HELL YEAH!

Vocês leram bem: Eu, Pedro, sou agora dono de um PLAYSTATION 3 SYSTEM, da Sony. Também conhecido como Deus dos consoles, ou God of The Fuckin Whole World. Vamos ver como foi essa experiência até agora, shall we?

Primeiramente, eu tenho que dizer: Quando chegou, eu tava vendo onde o pacote estava. Assim que eu li no site que tinha sido enviado, o cara do correio bateu a porta. O pacote era branco, todo enrolado, e pesado que só um cão. Levei pro meu quarto e olhei pro meu Xbox. Senti-me um traidor. Olhei para o meu som e decidi que seria um bom lugar para o console, e esqueci a traição por completo.

Retirei todo o plástico, pensando que ia ver um monte de tijolos. Mas não. Lá estava ele: E era lindo. A primeira coisa que se vê é o desing, muito mais bonito do que o Playstation 2, e melhor do que o do Xbox 360 (foi mal, microsoft). Instalei todos os fios, beleza, liguei os cabos, e liguei lá atrás: Aqui o primeiro problema: A luz vermelha e os botões touch screen.

Meu, que negócio ruim pra ligar um console. Você tem que passar o dedo no botão, mas comigo demorou MUITO até ele detectar. Irritou pra caramba, não minto, e diminuiu minha empolgação com o bicho. Mas por fim, ele ligou. E como foi bom.

Depois de ajeitar tudo e colocar em português (processo que no Xbox é bem menos chato), vamos à interface: É mais legal do que a do Xbox, e é EXISTENTE, ao contrário da do PS2. Que aliás nunca mais joguei. Vamos logo saber o porquê.

Enfim, eu fui logo jogar o jogo que veio com o console: UNCHARTED: Drake’s Fortune. Tinha boas esperanças sobre o título. E minha maior surpresa foi vê-lo totalmente dublado em português de portugal, traduzido e com tudo em português. É sério, gostei muito… mas logo coloquei a fala pra inglês. Os sotaques irritam.

Uma pose de El fueda saindo, please.

Uma pose de "El fueda" saindo, please.

O jogo é muito bom, tem uma história envolvente, coisa e tals… mas aí eu parei de jogar,  e tentei ir na PSN. E aí  veio a bomba: Tinha que atualizar.
Bem, eu naturalmente tentei pegar meu cabo de internet, o que me deu uma sólida meia hora de dor de cabeça com os cabos daqui de casa, até que tentei ir pela internet wireless. Depois de um tempo, eu CONSEGUI: Agora ele estava baixando, e eu estava no computador… fazendo qualquer merda aí.

E a atualização demorou uma vida. Duas vidas. Três. As estações passavam lá fora, guerras eram travadas, tecnologias revolucionárias eram postas em ação, a sociedade prosperava… e o PS3 não atualizava. Certo, foi dramático, mas que demorou PRA CARALHO, demorou. Mas finalmente consegui. A atualização consistia simplesmente num layout mais legal, mas se era o preço que eu tinha que pagar pra consegui a PSN, que seja.

Eu me registrei, criei minha conta, criei outra conta porque fui burro de me registrar no Brasil, e fui pra PSN: É FODA. SIMPLESMENTE FODA. Eu só prestava atenção em uma palavra: “Free”. Quase tudo de bom lá é grátis, simplesmente. É incrível, inacreditável… como a Microsoft levou um “CHUPA ESSA MANGA” terrível agora. Aprenda, Bill Gates. Aprenda.

No fim eu voltei à Uncharted. Joguei um pouco, e tals… mas aí a maior bomba do dia, algo que nem vários anos de gamer me ensinaram a superar.

O jogo travou.

Travou, simplesmente. Puff.

Alguns segundos foram precisos para absorver essa informação. Meu PS3 novinho, com menos de 10 horas de uso, tinha travado na segunda vez que eu jogava um jogo.

Eu tentei me acalmar, avisei que tava ruim, e decidi que ia ver se enviava pra garantia. Mas ainda não estava seguro que era o console. Podia ser o jogo né? E qual é o único jeito de saber se não é o jogo?

Comprando um jogo incrivelmente caro, é óbvio.

YEEEEEEEEAH!!!!!!²

YEEEEEEEEAH!!!!!!²

Se fosse pra pegar QUALQUER outro jogo, eu não pegaria. PORRA! Era a chance de ganhar InFAMOUS! Jogão que eu queria jogar fazia tempo!

E adivinhem? Travou. Mas não do mesmo jeito, acho que deu bug.

Nos dias seguintes, experimentei a tão falada Playstation Home. É simples, é jóia, é legal, mas tem download demais, e hoje eu tentei entrar e não consegui, então é FEIA. O avatar ficou parecido comigo. Way. (claro que não).

Meu tempo agora se resumia a jogar InFamous ou Uncharted. E logo só a jogar InFamous. O jogo é genial, MUITO BOM MESMO. E melhor é que não travou. Nem Uncharted. Decidi não mandar de volta.

Eu comecei a fazer downloads. Baixei a demo de Metal Gear Solid 4… mas deu erro. Baixei a de Batman: Arkham Asylum e FUNFOU! E meu, a demo é simplesmente foda, eu quero o jogo.

O Playstation 3 é superior ao Xbox 360? É. É sim. Nos quésitos de Internet Wireless grátis (suck it, microsoft), mais variedade de jogos, interface e AWESOMENESS. Mas é caro manter os jogos. Muito caro. Vou ver se consigo mais barato.

Veredito: PLAYSTATION 3 É FODA. SIMPLESMENTE MUITO FODA. Vou finalizar Infamous antes de TOCAR no meu Xbox 360 de novo.

See ya, dudes.

19
ago
09

[Amo o youtube] PS3 Slim Unbox!

Beleza, faz mais ou menos 42 horas que eu postei o lance sobre o PS3 Slim, né? Pois o povo do GAMESRADAR (ótimo canal do youtube, recomendo) já postou sobre como eles abriram a caixa!
Hum… a minha opinião tá dividida. Não tenho muito espaço restante, talvez o slim seja uma boa pedida… sei lá. Tijolão é tijolão, mas o slim parece promissor. É só matarem o designer que tá beleza.

Na moral, se tiver InFamous e Metal Gear Solid 4, eu quero.




setembro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Twitter