Posts Tagged ‘pedro

15
jan
10

[Err…] Assassin’s Creed 3 vai ser com o Ezio de novo. Viva?

Quando me falaram, eu realmente pensei que era um trote. Mas aparentemente é verdade. Segundo a produtora Ubisoft, Ezio Alditore da Firenze estará de volta no próximo episódio de Assassin’s Creed, que deverá ser lançado ano que vem, em março.

As informações são que Assassin’s Creed 3 irá começar exatamente depois da história do 2 acabar, assim como foi feito com a sequência, e que Ezio aparentemente vai ser o Assassino que vamos controlar no Animus (será? Depois do Bleeding Effect que deu no Desmond…)

Sinceramente, eu acho que é uma má idéia. O interessante da história de Ezio, a única coisa que nos fez aturar as cutscenes com as piores atuações da história, foi que ele na verdade [spoiler]era um condutor e que Minerva usou ele para falar com Desmond no século XXI.[/spoiler] além de que, como sempre, ele conseguiu tudo o que queria desde o começo do jogo. Então COMO ele vai poder voltar com uma história interessante? “Ah, vou começar a tentar descobrir quem vai ser a mãe desse tal de Desmond daqui a 400 e bolinha anos”?

Enfim, Assassin’s Creed 3 vai chegar nas lojas em março de 2011, por $60. Aqui no Brasil deve ser uns R$120, R$160.

E Assassin’s Creed 2 pra PC? Comofaz?

Anúncios
08
jan
10

Data de lançamento de Heavy Rain revelada!

Isso aí povo! Heavy Rain, da Quantic Dream, título que foi até agora reverenciado como “THE GOD FOR THE LULZ”, finalmente teve sua data de lançamento liberada! Finalmente vamos poder ver a obra prima de David Cage! =D

Heavy Rain é um jogo cuja premissa é não ser só um simples entreterimento: Ele planeja se tornar um filme thriller totalmente interativo, onde suas escolhas definirão o rumo da história, e do mundo. E todo mundo tem quase certeza de que vai ser incrível.

Apesar de que desde Fahrenheit/Indigo Profecy, eu vou me impressionar se não houver sobrenaturalismo na história.

Descubra o quão longe você poderia ir para salvar alguém que ama a partir de 23 de Fevereiro. Quem aí tá afim de me emprestar pra sempre? Qualé? Ninguém?

Ps: que PORRA, não consigo colocar imagem em alguns posts.

07
jan
10

[WAY!]Projeto natal no natal de 2010. WAY!

CHUPA ESSA CONTROLE.

CHUPA ESSA CONTROLE!

WAY POVINHO, se alguém lê esse negócio, segura as pontas aí: Microsoft avisa que o Projeto Natal tá vindo aí pro Xbox 360 no natal de 2010!

Na notícia, deram ênfase nos lucros que a Microsoft tá tendo com o Xbox desde que anunciaram: 39 milhões de Xbox 360 vendidos no mundo todo, 20 milhões na Xbox Live… putz. Isso me faz querer assinar a Gold.

Projeto Natal é um aparelho com o nome da cidade brasileira (SIM, é de Natal, Rio Grande do Norte, não o natal de papai noel) que permite ao jogador (ou não) gritar, se mover, pular, basicamente tudo o que Star Trek disse que existiria e até agora tava só no papel. A tecnologia promete revolucionar, com o seu slogan sendo “VOCÊ É O CONTROLE”.

Homem de Ferro 2, Kick-Ass, Batman Arkham Asylum 2, um monte mais e agora isso… 2010 4 TH3 W1N.

13
dez
09

[OFF?] Confissões de um nerd prematuro

Onde todos começamos

Se você lê esse blog, sabe que eu sou o único “ativo” pela definição da palavra aqui. Se você lê ele, você sabe que eu brinco pra caramba e adoro fazer review. E eu queria realmente poder fazer mais reviews. E por que eu não faço?

Cara, você já foi na Saraiva?

Sério, se não, vão no site ou numa sede aí perto. Vá pra prateleira de jogos. Provavelmente vai ser a mesma coisa que eu vejo: PS3, Xbox 360, DS, PSP, Wii… olhe os preços.

Agora, eu não sei quanto a vocês, mas 246 por Code Lyoko parece meio exagerado.

“Pedro, o que porra você tá fazendo?”. É simples. Eu to falando algo que todo mundo já sabe, mas que mesmo assim dá um post camarada, e você vai se sentar na cadeira e ler, seu nerd gordo. O que eu to fazendo é dizer que um dos piores lugares desenvolvidos em que um gamer pode nascer é o Brasil. E que a maior desvantagem que esse gamer pode ter é ser menor de idade. Ou seja: Sem sustento próprio, sem liberdade pra comprar o que bem entender, e principalmente sem moral nenhuma. Quem escuta as reclamações de alguém que depende dos pais pra ganhar brinquedos?

Eu sou sortudo. Nasci em uma família que goza de uma boa poupança, e posso ter dois next-gens com uma estratégia legal. Até posso me manter atualizado com os lançamentos de vez em quando, mas… simplesmente não entra na minha cabeça que eu podia ter comprado Batman: Arkham Asylum por 90 reais na internet, e ter recebido 15 dias depois, mas ao invés disso eu comprei por 286 reais porque ninguém adulto que pode me bancar parece acreditar que existem sites que não roubam a conta do seu cartão de crédito.

Eu já tive o privilégio – Ou não – de visitar o quartel general de uma corporação maligna que usa um rato preto com apetrechos vermelhos como símbolo. A.k.a. Disney. Eu simplesmente saí de uma só loja com oito jogos de Xbox, mais o próprio console, e ainda tive dinheiro pra continuar a comprar por alguns dias de glória.

Pesquise. A indústria brasileira odeia videogames: Pô, você quer que eu engula que alguém vai se gabar de usar um Zeebo? Enfie seu patriotismo onde bem entender, não é porque eu amo meu país que eu vou mentir e dizer que o videogame que ele construiu presta. A iniciativa veio atrasada demais. É boa, mas não é como o Wii: O Wii tinha algo de novo, o Zeebo simplesmente foi uma idéia feita de outras e que infelizmente está fadada ao esquecimento. Promessas da vinda da Sony quando realizadas não resolvem os problemas. Microsoft? Pff.

O maior ponto de troca de jogos no Brasil são as feiras. Para terem uma idéia: Eu comprei Beyond Good and Evil, KND, Black e Splinter Cell em um só camelô. Agora, pesquise um torrent de BG&E decente na internet. E agora pesquise no… sei lá, BuscaPé ou qualquer outra merda que exista. Vale à pena você gastar tanto dinheiro assim num videogame?  Pelo amor de Alá, se eu vender meu Xbox e meu PS3, eu posso bancar uma outra viagem sozinho, e ainda compro um Wii.

O capitalismo é impressionante: A nova geração gamer (com suas internets banda-larga sempre acessíveis demoníacas, seus iPhones aos nove anos e suas viagens para o exterior como presente de aniversário) se acostuma com esses preços, ao invés de parar de olhar o site da Playboy para dizer que vê pornô pros amiguinhos menores que não sabem o que é isso e pesquisar algo lindo chamado “DOWNLOAD”. Eu tenho mais de 40 jogos de PS2 baixados e copiados, e não pretendo parar. Os poucos que eu tenho originais são os que eu não achei para download.

E se a situação não mudar em 5 anos? Em 9? Quantos de nós ainda serão tão nerds quando quanto leram esse post retardado?

Olhando por um outro lado, é realmente difícil ver uma solução em um país que diz que Resident Evil tem zumbis azuis. É preferível ficar jogando PS3 em uma locadora.

30
nov
09

[Review]Brütal Legend. Imperdível.

Aqui pra mais um review. Esse é sobre um jogo que muitos amantes da música vão adorar: Brütal Legend.

Duas palavras: Jack Black. O que esse nome lhe trás na cabeça? Se você tem bom gosto, Escola de Rock, Tenacious D, e talvez King Kong ou Ano Um. Esse grande artista empresta sua voz para o personagem principal da trama do jogo, Eddie Riggs. Assim como vários outros artistas famosos, como Rob Halford (Judas Priest), Lita Ford (The Runaways), Ozzy Osbourne (Black Sabbath), Jennifer Hale… mas vamos chegar lá.

Eddie é, sem sombra de dúvida, o maior roadie – Homens que ficam por trás dos palcos, construindo, armando, e tudo o mais – da história da música. Ele pode construir qualquer coisa, concertar qualquer coisa, e mais. Em suas palavras, Um bom roadie sabe que o seu trabalho todo é fazer outra pessoa parecer boa, fazer outra pessoa ficar segura. De vez em quando, ele aparece no palco para concertar algum detalhe. E antes que você veja o que ele fez, ou que ele estava lá, ele sumiu.

Infelizmente, Eddie não trabalha para uma banda a altura. Na verdade, a banda é a pior banda de Heavy Metal existente (ela existe mesmo, se quiserem pesquisem “Kabbage Boys”, algo assim). Durante um show, um dos integrantes sobe em uma estrutura perigosa, e Eddie salva-o. Mas acaba morrendo no processo. Um pouco do seu sangue cai em um colar de seu pai, e ele é transportado para um mundo onde o Metal domina, e onde elementos dessa gloriosa música tem grande poder – Por exemplo, uma guitarra normal invoca raios e fogo, além de ser a comunicação entre você e os Metal Gods.

Descobrindo que demônios estão aterrorizando aquele paraíso, Eddie se vê na obrigação de, armado com uma guitarra e um machado, ajudar e salvar aquele povo através de solos de guitarra, shows que invocam almas dos fans e muita música. E isso tudo em grande estilo.

O jogo é espetacular. Pode-se ver que a seqüência de abertura foi feita para causar a melhor impressão possível, como em — Ousarei comparar? — God of War 2. É o momento mais engraçado do jogo. A voz de Jack Black cai como uma luva em Eddie, incorporando o herói perfeitamente.

A medida que a história avança, somos apresentados a personagens simplesmente Humanos. Não são mecânicos, como os de… VÁRIOS jogos, na verdade. Eles simplesmente fazem o que alguém faria quando estão numa Era do Metal amaldiçoada por demônios. Bem realista.

Os gráficos são um show. Não são HQs como os de God of War (que são até melhores do que os do PS3, aliás), mas são gráficos perfeitos para o estilo do jogo. Deixe-me explicar: A maioria dos jogos se gaba de gráficos ótimos, reconhecimento facial impecável, mas Brutal Legend consegue exprimir emoção como outros vários não conseguem. Peguem como exemplo Metal Gear, com seus diálogos geniais, mas simplesmente artificiais, e personagens que na maioria das vezes só nos passam emoção nos momentos dramáticos. Brutal Legend consegue fazer você sentir o que eles sentem por pequenos gestos. Um pequeno olhar, um sorriso, e você já está rindo de novo. É algo que poucos desenvolvedores se gabam.

O gameplay é muito bom. É um mapa livre, com várias missões alternativas, e você pode simplesmente sair e explorar-lo. As suas únicas armas são a guitarra e o machado, mas você tem seus solos de guitarra. Você pode invocar, eventualmente, um carro para aventurar-se. E para meter bala em monstros.

Se você procurar bem, achará outros solos. E aqui está uma das pérolas do jogo: Você pode dar upgrades nas suas armas e conseguir mais alguns extras em uma garagem no inferno, comandada pelo Guardião do Metal, ninguém menos do que Ozzy Osbourne. O rei do Black Sabbath nos saúda com mensagens hilárias, e vai se provar muito, mas MUITO útil durante o jogo.

Uma falha, porém, que eu não pude deixar de notar: Navegar-se é horrível. Você simplesmente precisa olhar no mapa o tempo inteiro, o que atrapalha bastante o clima do jogo se você está no freerun e quer ir de um lugar longe para o outro. Um sistema de setas como GTA cairia bem aqui. Mas você supera isso com o Mouth of Metal: Seu primeiro upgrade pro seu carro, cujo qual tem dezenas de músicas de vários gêneros do metal pra você curtir enquanto dirige!

Outra coisa: O jogo é curto. São só 21 missões. Quando você termina, você fica com muita vontade de ter mais, de se divertir novamente, de rir com os personagens e de enlouquecer com a história bem muito bem bolada.

Brutal Legend é um jogo muito bom, que eu recomendaria na certa para qualquer pessoa e que eu compraria uma seqüência sem me preocupar se falavam bem ou mal. Qualquer dono de PS3 ou Xbox 360 deveria ter esse jogo, para se divertir, e para acompanhar os personagens ao dizerem “We Will protect this land FOR IT’S METAL!” =D

Avaliação final:

Gráficos: 8/10

História: 8/10

Gameplay: 9/10

Diversão na primeira vez jogando: 10/10

Diversão nas vezes seguintes: 7/10 (pelo PECADO de não poder abrir um segundo save game)

Nota final: 9/10

PS: Procurem as outras coisas que tem no jogo. Tem umas histórias interessantíssimas por lá =D

_

EDIT: Tava jogando de novo desde o começo, aí vi que as sinaleiras do carro servem pra mostrar a direção. Foi mals aí, o sistema funciona que é uma beleza =D

19
nov
09

Aniversário da PSN! The Cake is NOT a lie.

Way!

Roar, little dragon. Roar.

Hoje, 19 de novembro, a Playsation Network, sistema de compras do PS3, fez o seu terceiro aniversário.  E isso é bom, okay?

 

Teve até um discursinho do Seybold, diretor de comunicação:

 

“Estamos extremamente orgulhos que, em apenas três anos de vida, (o sistema) PlayStation 3 e seus conteúdos (disponibilizados em ambiente online) tenham tornado-se referência para o entretenimento doméstico”

 

Quem quiser ver o resto, é só acessar o bom e velho PS Blog : D

 

Way, PSN tá completando aniversário e eu só baixo coisas grátis. Adoro ser brasileiro =D

27
out
09

Trailer de Halloween de Bioshock 2. Sensacional!

Anotem aí: preciso MESMO comprar Bioshock pra Xbox 360 ou PS3, porque HELL esse jogo é foda. Eu só não consegui jogar tudo porque a minha placa mãe quebrou e eu tive que trocar, e aí reinstalar e fazer tudo de novo… não animei. Pra um console eu com certeza finalizo.

 

E por que eu toquei no assunto? Saiu um novo trailer de Bioshock 2. E caramba, nunca pensei que ser um Big Daddy era tão difícil… não que eu vá ter piedade de enfiar um tiro de Incinerate! bem no meio da fuça de um, claro que não.

 

 

Como eu disse: Awesome!

Bioshock 2 sairá 2 de Fevereiro de 2010 para PS3, Xbox 360 e PC. A data pode mudar.




novembro 2017
S T Q Q S S D
« jan    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Twitter